6 coisas que você não quereria saber sobre mim, mas eu conto mesmo assim!

Coisas sobre mim que você não quereria saber: mas eu vou contar mesmo assim, HOAUHOAHOHAH!

1) Eu sou um bicho muito estranho. Quando minha garganta coça, eu rosno como um porco alucinado. Eu sei que porcos não rosnam, mas esqueci o que eles fazem e, antes que eu escrevesse “relincham”, eu preferi o “rosnam”… (eles fazem “oinc”, mas o que é isso? Quem sabe? NÃO VALE PROCURAR NO GOOGLE!!!). É uma visão dos infernos, a educação vai pras cucuias. Enfim, eu faço “CRRRRRRRRRRRRRRRRR” fortíssimo, pra coçar láaaa atrás, e depois um fungadão de catiguria pra dentro, pra dar um acabamento na coçada. É terrível, eu acordo o prédio inteiro. Enquanto faço isso, eu esfrego as duas mãos no meu rosto, desesperada, pq meu rosto também coça quando coça a garganta. Termino com a cara vermelha e a sensação de que cavei um buraco até a China na minha garganta. Já tomei bronca de TODOS os meus conhecidos, mas fazer o quê, né? COÇA, PORRA! Agora, imaginem o Pablo, da primeira vez em que fiz isso no meio da noite, que é quando mais coça minha garganta… Até eu provar que eu não tava morrendo, quase fui expulsa do quarto sob gritos de “tá possuída! Tá possuída!”.

2) Eu tenho a “mania das cutículas e unhas”. Você vai pensar: “Aaaah, ela faz a unha o tempo todo!”. Nãooooo, não é isso. É algo totalmente diferente: as unhas, principalmente as do pés, quando crescem, me chamam. Sim, me chamam. Eu simplesmente não posso olhar pro meu pé, então quando eu acabo de sair da manicure eu evito olhar pra baixo, pra não botar a perder todo o trabalho dela (e o meu dinheiro). Elas, as unhas, me chamam e eu páro o que tiver fazendo pra dar uma “catucada”. Leia-se: com a unha do polegar, fico tentando desesperaaaaada “roer” a unha do pé… Ou seja, dando tequinhos nas beiradinhas pra ir arrancando os pedaços. Ai, é terrível. Principalmente pq meu pé é HORROROSO, os dedos são MINÚSCULOS, nunca vão até o final da sandália, e o pé é gordo, tipo um pão. ¬¬. Pra terem idéia, quando meu irmão quer me “pentelhar mode on”, senta no sofá, pega minha perna, bota em cima da dele e começa, puxando dedo por dedo: “SAI DAÍIIIIIIIIIIIIIII!!!! SAAAAAAAAAAAI!!!! EU SEI QUE VOCÊS ESTÃO AÍIIIIIII!!!”. ¬¬. Aí, para um pouco e conversa com o dedão, que parece um astronauta: “Astronauta, responda! Houston chamando, câmbio!”, e depois fazendo a voz do “asrtronauta”: “HOUSTON, WE´VE GOT A PROBLEM”. Em seguida, explica que os amigos, os outros astronautas anões, estão morrendo afundados na areia movediça. ¬¬. Caralho, vai encher o saco assim na casa do cacete. Enfim, voltando: acabo com as unhas da mão totalmente detonadas, pq são mais fracas que as do pé e quase sempre, quando o “alvo” no pé é a unha do astronauta (¬¬), ela acaba VENCENDO a unha do meu polegar, que não agüenta a pressão; e alguma unha do pé sangrando: pq tiro pedaços grandes demais, sem querer. E a mania vale pra cutículas tb, se estiver grande, fodeu. Agora mesmo, uma da manhã, e tava eu aqui, pé na cama, língua pra fora, DESESPERADA tentando arrancar a cutícula! Ai, que nervoso!!!

3) Não me peça pra pendurar ou tirar roupas do varal. Nem pro marido eu faço, quando faço é lambendo os dedos cada dois segundos, pra ver se MOLHAAAAA…. Pq se eu molhar com água, molho a roupa, que inferno. Tenho ÓDIO, PÂNICO, PAVOR de tocar em tecidos secos. AAAARGH, me dá aquela aflição no dente, sabe? De empurrar os dentes de baixo com a língua que nem uma idiota? Eu sinto minhas mãos secas, muito secas, e pegar em tecidos, principalmente secos, me faz senti-las mais secas ainda. Aaaargh!

4) Por sinal, tenho problemas com tecidos. Uns têm nervoso de giz no quadro, outros de raspar panela. Eu tenho nervoso de tecidos. Tecido com tecido, mão com tecido. Quando eu fazia Taw Kwon Do era um INFERNO dar o nó na faixa! Faz um barulho terrível!!! ****UIIIIIII!!! (nervoso no dente, olhinho fechando!)

5)Se eu molhar um pé, tenho que molhar o outro. Se não molhar, ele fica com ciúmes e me deixa louca. O mesmo vale para mãos, dedos, orelhas e qualquer coisa que tenhamos duplicada no corpo, HAOUHOUAHUOHAUHAH! Aaaaaaaaah, vai dizer que com vcs não acontece isso???

6) Banho só é banho se eu molhar a cabeça. Quannto dinheiro jogado fora pq molhei a cabeça no primeiro dia de preogressiva…

Caralho, acho que sou doente!!!

PSIQUIAAAAAAATRAAAAAAAAA!!!!!

……………..

Meninas, Obrigadaaaaaa!!!

Patrícia, obrigada pela surpresa! =) Adorei!!!

=*****

"Pai do céu, dai-me CONTINUIDADE…"

Estou numa comunidade do Orkut que muito se assemelha a mim mesma. Na verdade, estou em duzentas e vinte e duas comunidades que se assemelham a mim mesma, mas estou me referindo a uma em especial. Ela se chama: “EU SOU MUITO INOPERANTE”.

“Se você demora duas semanas para fazer o que todo mundo faz em 10 minutos…”

Não posso expressar em palavras o quanto isso se aplica a esta que vos fala. Eu sou a própria inoperância em pessoa. Eu tenho uma taxa de eficiência de aproximadamente QUATRO POR CENTO. Lógico que isso foi total chutômetro meu, porque eu sou tão inoperante que JAMAIS saberia calcular porcentagem da minha própria inoperância, e, se soubesse, ficaria com preguiça; só calcularia sob o risco de pagar multa, e na última hora do último dia.

A minha inoperância me incomoda tanto, mas tanto, em todos os aspectos da vida, que certamente eu deveria mudar isso da forma mais imediata que eu pudesse. Mas eu sou inoperante demais pra mudar tão rápido. Houahouhauhuhao.

Por isso, enquanto muitas rezam por um emprego melhor, por uma casa melhor, por um corpo melhor… Eu peço que Deus me dê CONTINUIDADE.

Sim, continuidade. A fim de curar minha maldita inoperância.

Tudo o que eu preciso na vida é continuidade.

“Dai-me continuidade pra eu terminar meu livro…”

Eu tenho dois livros empacados totalmente, não termino por falta de vergonha na cara, apago mil vezes e começo brilhantemente e depois não continuo. Se não fosse inoperante, meu livro já tinha saído, já tava na terceira edição (haouhoauhouauha, ó que convencida, rapá!) e eu já tinha minha renda bonitinha.

“Dai-me continuidade pra eu seguir minha dieta…”

Eu reclamo que eu tô gorda, mas eu sou é uma sem-vergonha que jamais consegue seguir totalmente uma dieta pelo tempo necessário… Sim, pq não existe essa coisa de “ai, gente, não sei pq continuo gorda!”, como escuto muito por aí. Oras, “não sabe pq”, claro que sabe! Tá gorda pq come, porra. Se não comesse, não tava gorda, cacete, não existe “ai, essas saladas me engordam!”, NÃO EXISTE! E, se não fosse esse meu problema de inoperância crônica, eu já tava magérrima. O problema é que eu nunca sigo as dietas, eu perco o ritmo, eu fico com preguiça… Ai, ai.

“Dai-me continuidade nos esportes…”

Deus, realmente, sabe o que faz. Eu JAMAIS poderia ser atleta, cara, JAMAIS! Capaz de eu abandonar uma partida no meio, no melhor estilo “cansei dessa brincadeira, vamos jogar outra coisa?”…

“Dai-me continuidade pra manter esta casa organizada…”

Ou seja: Meu Deus, aciona, no meu cérebro, algum mecanismo que me faça entender que NÃO ADIANTA eu deixar pra depois, NADA vai voltar voando pro lugar, a louça NÃO se lava sozinha, a roupa NÃO se lava sozinha, os brinquedos NÃO vão entrar numa caixa em fila indiana se eu esperar mais um pouco! Ai, gente, eu olho tudo bagunçado com uma cara de tristeeeeeza… Aí pego um brinquedo, guardo… E vou ler revista. HAOUOUAHOUHAUOHAUHUAOU!

Enfim, são tantos “dai-me continuidade” que, na hora de rezar, eu só falo o genérico, ELE sabe que se aplica a absolutamente TUDO na minha vida… BUÁAAAAAAAAA!

Ai, ai.

Aaaaaaaaaaaah! Esqueci!!! O motivo desse post agora foi que eu SOFRO pra dar continuidade a esse blog tb… Me desanimo com uma facilidade vergonhosa. A sensação de não ter nenhum leitor é a mesma de conversar com moscas, e me dá tédio. E eu sei que tenho leitores, porque ELES COMENTAM TODO DIA NO MEU ORKUT!!!!! Haououahouhaouha!

Por isso, seus buchas, COMENTEM AQUI, CACETE, NÃO LÁ, NÉ???? Cacete! Houahoahouhaouh!!!

Agora tchau, vou ser oficialmente devorada por mosquitos no meu quarto.

Mas antes, PRECISOOOOOOOOO deixar aqui um vídeo que Isabela AMAAAAA e eu mais ainda… Caralho, é MUITO engraçado… O bicho pedalando é tudo!!!

A letra (em espanhol):

“-Si… Hoy es un día muy Especial
-¿Porqué?
– Porque en la mañana le saqué las rueditas chicas a mi bicicleta
-Oh…

(Sim, hoje é um dia muito especial… “Por qué?”… Porque de manhã eu tirei as rodinhas pequenas da minha bicicleta!)

Lo mejor que me ha pasado en mi vida
O melor que aconteceu na minha vida
Fue sacarle las rueditas a mi bicicleta
Foi tirar as rodinhas da minha bicicleta
Ahora alcanzo mayor velocidad
Agora alcanço maior velocidade
Y las chicas se derriten cuando me ven pasar
E as meninas se derretem quando me vêem passar

Soy Genial, si eres genial
(Sou genial, siiiim és genial)
Inmortal, ya no existen ruedas chiquititas
(Imortaaaal… Já não existem rodas pequeninaaas)

-Soy Freddy Turbina al volante
Y cuidado niños, que quemo.
(Sou Freddy Turbina no volante… e cuidado, meninas, que QUEIMO! haouhaouhouauah!)

Ya no mas vergüenza al pedalear
Já não mais vergonha em pedalar
Ningún obstáculo me podrá frenar
Nenhum obstáculo pode me frear

Tengo un nuevo concepto de felicidad
Tenho um novo conceito de felicidade
Alcancé mi Equilibrio Espiritual
Alcancei meu equilíbrio espirituallll… HAOUHAOHOUAHUHAUOHAOUA

Soy Genial, si eres genial
Inmortal, ya no existen las rueditas
Soy Genial, si eres genial
Inmortal, ya no existen las rueditas.

Nunca más, nunca… Rodillas peladas
(joelhos esfolados)
Nunca, más nunca… vergüenza en la calle
(vergonha na rua)
Nunca, más nunca… Risas de niños
(risos de crianças)
Nunca, más nunca… Burlas de nadie
(zoação de ninguém!)

-Oh, es el famoso Freddy Turbina
-Si… Y dicen que no duerme.
(“Ó, esse é o famoso freddy turbina!”, “Sim, e dizem que não dorme!!!”HOAUHOAUHUOAUHAUHAUO)

Soy Genial, si eres genial
Inmortal, ya no existen las rueditas
Inmortal, eres Inmortal
Soy Genial, ya no existen las rueditas.

Nunca más, nunca… Rodillas peladas
Nunca, más nunca… vergüenza en la calle
Nunca, más nunca… Risas ded niños
Nunca, más nunca… Burlas de nadie.

Siempre, por siempre, mi pelo al aire
Sobre dos ruedas, Domino la calle
No necesito ciclo vías, alcalde
No necesito, rueditas, mamáááááááááá!!!

(TÔ COM PREGUIÇA, PELO É CABELO, CALLE É RUA E ALCALDE É PREFEITO!)